Onde há clientes há concorrência. E ficar à frente dos seus concorrentes requer uma guerra sem fim para atrair novos clientes e fazer com que voltem para novas consultas. Nenhuma empresa pode fugir deste ciclo, mesmo os dentistas e outros profissionais de saúde e medicina. O processo de atrair e manter clientes baseia-se em três fases: Ser encontrado, Ganhar o cliente e Repetir o processo. Quando em harmonia, estas três fases são o suficiente para fazer o seu negócio prósperar. Esta solução é baseada na (nossa) ideia de que o marketing deve ser simples e eficaz.

Embora cada fase seja diferente na sua abordagem e execução, no cerne do processo de comercialização está sempre um call-to-action, uma maneira de certificar-se de que pode converter potenciais clientes em clientes “pagantes”. O seu call-to-action pode ser qualquer coisa como “primeira consulta gratuita” ou “50% de desconto no primeiro branqueamento dentário”, dependendo sempre do objetivo final desejado. de seguida deixamos algumas dicas sobre como elaborar o seu call-to-action de forma a promover (por exemplo) a sua clinica dentaria lisboa. A ideia é dar-lhe algumas ideias e ajudá-lo a considerar novas abordagens de marketing nas quais ainda não tenha pensado.

1. Defina suas metas: Todas as empresas tem necessidades diferentes. É importante definir ambas as metas de curto e longo prazo para a sua campanha de marketing digital, concentrando-se no que é melhor para o crescimento sustentado do seu negócio. Se está À procura de resultados a curto prazo, poderá considerar promover (por exemplo) um desconto em branqueamento dentário. Por outro lado, se o objetivo é aumentar a sua carteira de clientes com pacientes de longo prazo, poderia oferecer exames dentários e/ou limpezas por um preço baixo com desconto. Como a maioria dos pacientes que trará, será para exames, se eles gostaram do seu serviço, manter-se-ão como clientes, o que o vai ajudar no crescimento sustentado e a longo prazo. Portanto, antes de elaborar o seu call-to-action, pense primeiro no objetivo a atingir.

2. Pense no seu público-alvo: Se estiver a pensar num âmbito geral, o seu público-alvo será qualquer pessoa na sua área de atuação. Mas tente reduzir e focar ainda mais. Começar realmente a compreender quem são os seus potenciais pacientes. Uma maneira de o fazer é perguntando a pacientes atuais o que os levou a escolher a sua clínica. Se tiver uma lista de ex-pacientes, ligue-lhes e tente perceber por que é que desistiram. Terá sido o preço? O serviço ao cliente? A localização? Este processo ajudá-lo-à a perceber melhor as pessoas que pretende trazer à sua clínica, que por sua vez o ajudará a elaborar melhor a sua estratégia de marketing.

3. Esteja presente online: Para além de todos os métodos tradicionais de publicidade onde pode anunciar o seu negócio, como na TV, rádio, jornais e revistas, a proliferação de serviços online e aplicações móveis têm “nivelado” o campo de “batalha”, permitindo às pequenas empresas chegar a muito mais potenciais clientes. Comece por ter o seu site, depois passe para diretórios web e finalmente para os Social Media. Sites como o Facebook e o Google+ são muito mais do que simples redes sociais para conviver e interagir com os amigos. Tornaram-se ferramentas poderosas de negócios que permitem que proprietários de negócios sejam encontrados tanto por clientes atuais como por potenciais clientes. As redes sociais são também uma ótima forma para os seus clientes atuais promoverem o seu negócio por si, através através do boca-a-boca. Use o seu call-to-action para incentivar os clientes a avaliar e compartilhar com os seus amigos.

4. Siga os seus potenciais clientes: Cada vez que entrar em contato com um paciente atual ou potencial é uma hipótese de coletar algumas informações acerca deles, seja um número de telefone ou endereço de email. Seguindo-o e praticando o “re-marketing” é a chave para obter o negócio da repetição, que é o que vai alimentar o seu crescimento a longo prazo. Deve coletar endereços de e-mail e manter uma lista de e-mail para que seja possível enviar aos seus clientes mais leais, ofertas especiais, atualizações de notícias e dicas para os manter interessados. Mesmo que não consiga vender os seus serviços à primeira, redirecionando a sua publicidade para as mesmas pessoas poderá levá-las a adquirir os seus serviços numa outra ocasião.

5. Dar para receber: É preciso dar para receber e a melhor maneira de receber novos pacientes é oferecendo um incentivo. Esse incentivo pode ser qualquer coisa desde um check-up grátis ou um desconto no branqueamento. A vantagem para si é que apesar de fazer apenas um pequeno lucro desta vez, está a trabalhar o cliente para potencialmente lhe dar lucro no longo prazo.